Gestão de Processos de Negócio (BPM)

Empresas de diversos setores, públicas ou privadas, a cada dia que passa buscam melhorar a eficiência e eficácia de suas operações, reduzir o risco da dependência de pessoas críticas, aumentar a maturidade da gestão de conhecimento, criar maior sinergia com os projetos de TI e, quase sempre, a resposta por esses desafios passa por Processos.

O problema é que existe, ao mesmo tempo, uma esperança que processos ajudem as empresas a melhorar seu desempenho mas, em contrapartida, uma desilusão com inúmeras iniciativas fracassadas de implantação de processos. Entendemos que a chave de sucesso é tratar um projeto de Gestão de Processos como um projeto complexo de transformação organizacional que envolve:

bpm-1

Qualquer projeto de Gestão de Processos que não aborde algum dos pilares acima será um grande candidato ao fracasso. Atuamos de forma integrada para que, além de fluxogramas e procedimentos entregues, nossos clientes sintam os resultados concretos de uma transformação organizacional.

As fases típicas de um projeto de Gestão de Processos são representadas abaixo. Utilizamos as principais notações de modelagem (como a BPMN 2.0 por exemplo) e diferentes plataformas de Gestão de Processos, como o BizAgi, Aris e Arpo para guiar o projeto da forma mais aderente à realidade e ao conhecimento do cliente.

bpm-2

 

Fale com a BridgeQuer saber como a Bridge pode ajudar a sua organização? Entre em contato e solicite uma conversa com um de nossos consultores.